Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Green Ideas

Green Ideas

Liberdade de Mulher

25.11.20 | Ana D. | ver comentários (6)
E porque hoje é o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres....   Mulher Tu que um novo ser podes gerar para ao mundo o poder dar, que és símbolo da maternidade  e espelho da humanidade não podes viver sem a tua liberdade! Não deixes (...)

Núvens

25.11.20 | Ana D. | comentar
Com enorme altivez E simplesmente, porque era a sua vez Chegaram sem avisar, Para o sol poderem expulsar Tomaram o céu à traição, Sem mostrar compaixão, Para de cinza o vestir E de negro o colorir Belas como pedaços de algodão Ou como espuma de sabão As núvens, (...)

Cores de minh' alma

19.11.20 | Ana D. | ver comentários (25)
Às vezes dou por mim  Em tons de cinzento Como num dia pardacento... Mas na minha essência, Impera o verde da esperança No olhar de cada criança  E o laranja, com a energia De quem quer viver com ousadia. Pulsa-me o vermelho no coração E eclode a emoção! E de (...)

Seara

11.11.20 | Ana D. | ver comentários (4)
Em cada amanhecer Nasce a magia  De um novo dia Onde há tanto para viver... Nele, tudo se pode semear Dele, tudo se pode colher Nele, tudo se pode dar Tudo, se pode receber! Como em terra fértil e arada Nele a semente será lançada E depois de germinada, Há-de florescer. (...)

Novembro

10.11.20 | Ana D. | comentar
Com o ano a passar é tempo de novembro chegar para, por trinta dias, ficar! Com ele todos os Santos hão-de vir e trará as crianças, para o pão por Deus, pedir! Pão que há-de fazer com o trigo que há-de ceifar e ao décimo dia há-de lembrar. A onze, em honra de (...)

Solidão

26.10.20 | Ana D. | ver comentários (6)
Solidão É estar só no meio da multidão e na falta de um gesto de ternura sentir tamanha amargura. É não ter a quem dar a mão no passeio de cada tarde de verão.  É deixar o silêncio calar a vontade de falar e sentir o frio mesmo em tempo de estio. É sentir o vazio por (...)

Navegar

22.10.20 | Ana D. | comentar
Em teus olhos cor de mar inspiro meu navegar para este imenso mar, poder atravessar! Rasgo o vento à bolina e corto as ondas do mar para nesse teu olhar me poder, da tormenta, abrigar. E neste navio de pano latino e vela triangular, ora à bolina cerrada, ora à bolina (...)

Dançar ao Vento

19.10.20 | Ana D. | ver comentários (8)
Numa noite de lua cheia e com os pés na areia, entre o céu e o mar, quero contigo dançar! Quero dançar ao som do mar e por ti Vento, me deixar levar. Deixar-me abraçar e rodopiar ao ritmo das ondas do mar... E ao som dessa melodia enquanto esperamos novo dia, deixo (...)

Olhar para trás

16.10.20 | Ana D. | comentar
Olho para trás Mas tu... tu já não estás! Na verdade, há muito que é assim Na verdade, andei a fugir do fim... Durante tanto tempo, fugi. Durante tanto tempo fingi. Durante tanto tempo menti. Durante tanto tempo, não vi. Na verdade, não queria ver este nosso acontecer. (...)